Filho está bancando o pai, diz Trad sobre ajuda do governo

O prefeito de Campo Grande Marcos Trad (PSD) critica o atraso dos repasses para área de saúde do governo do Estado que já está na ordem de R$ 12 milhões. O valor é referente a verbas somadas de outros meses e que não foram destinadas por inteiro, sendo completadas pela prefeitura.

“O município está em dia com a Santa Casa, aliás quem nos deve é o Estado nós já bancamos R$ 12 milhões. O Estado nos deve e não nos repassa, portanto nós temos cobrado todos os dias temos ligado ao secretário dizendo o seguinte: olha na verdade quem tinha que estar devendo a vocês eram nós porque o Estado é o pai e Campo Grande é o filho, e o filho que está bancando pai.”, critica Trad. 

Trad explica que como os repasses não estão sendo realizados a prefeitura vai fazendo aporte para pagar a Santa Casa. “O valor é de repasses anteriores que a gente vai sobrepondo e sobrepondo. Olha nós não temos, a gente vai lá e aporta e eles até agora não nos devolveram”, explica. 

Questionado sobre a ação movida pela Santa Casa contra a prefeitura, pedindo bloqueio de R$ 19 milhões que estariam em atraso, Trad disse que “A prefeitura está em dia com a Santa Casa. [Os honorários] eles podem requerer, pedir honorário, podem solicitar o que quiserem, nós vamos esperar decisões judiciais”.


Crédito imagem: Divulgação

Crédito matéria: EDUARDO PENEDO E BRUNA AQUINO