05/12/2018 - 17:08:00

M綟 de copiloto sobrevivente de queda de avi縊 viaja de Portugal para MT, rev o filho aps 6 anos e o acompanha no hospital

A mãe do copiloto Marcelo Balestrin, que foi resgatado depois de ficar desaparecido por 4 dias em uma região de mata, próxima à Serra do Mangaval, em Cáceres, a 220 km de Cuiabá, não via o filho há seis anos.

Ele estava com o piloto John Cleiton Venera em uma aeronave de pequeno porte que caiu na região na última sexta-feira (30). Eles foram resgatados com vida na tarde de terça-feira (4).

 
  
  
Equipes da Aeronáutica resgatam piloto e copiloto de avião que caiu no Mato Grosso

Equipes da Aeronáutica resgatam piloto e copiloto de avião que caiu no Mato Grosso

Ela conta que ele ficou surpreso quando a encontrou ainda na ambulância no Aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá.

“Quando cheguei perto da ambulância e peguei perto do pé dele, o chamei e ele disse: oi, minha mãe, a senhora está aqui'. Ele ficou muito feliz e eu também', relembrou a mãe, emocionada.

 
Trajeto de avião que saiu de Pimenta Bueno para Mato Grosso, onde caiu em Cáceres — Foto: TV Globo/ReproduçãoTrajeto de avião que saiu de Pimenta Bueno para Mato Grosso, onde caiu em Cáceres — Foto: TV Globo/Reprodução

Trajeto de avião que saiu de Pimenta Bueno para Mato Grosso, onde caiu em Cáceres — Foto: TV Globo/Reprodução

 

Buscas

 

Os pilotos estavam muito desidratados. Parte da família veio do Paraná acompanhar as buscas e o resgate.

Piloto e do copiloto John Cleiton Venera (à esquerda) e Marcelo Balestrin (à direita) — Foto: Arquivo pessoal

Os parentes chegaram a oferecer uma recompensa para quem fornecesse informações que ajudassem na localização da aeronave.

A Força Aérea Brasileira (FAB) se mobilizou para o resgate e usou um avião com alta tecnologia para localizar o ponto exato onde estava a aeronave.

 
Piloto e copiloto foram resgatados após queda de avião na Serra do Mangaval, em Cáceres — Foto: FAB/DivulgaçãoPiloto e copiloto foram resgatados após queda de avião na Serra do Mangaval, em Cáceres — Foto: FAB/Divulgação

Piloto e copiloto foram resgatados após queda de avião na Serra do Mangaval, em Cáceres — Foto: FAB/Divulgação

O avião da FAB tem sensores especiais para buscas noturnas e grande autonomia. Isso foi decisivo para encontrar os sobreviventes. O piloto e o copiloto foram retirados da mata com o helicóptero H-60 Black Hawk, uma aeronave usada em operações especiais.

 
Piloto e copiloto foram resgatados após queda de avião na Serra do Mangaval, em Cáceres — Foto: FAB/DivulgaçãoPiloto e copiloto foram resgatados após queda de avião na Serra do Mangaval, em Cáceres — Foto: FAB/Divulgação

Piloto e copiloto foram resgatados após queda de avião na Serra do Mangaval, em Cáceres — Foto: FAB/Divulgação

A família disse que eles sobreviveram porque o piloto é prevenido: ele levou salgadinhos e alimentos na viagem.

Quando sobrevoava a região de Cáceres, próximo à fronteira com a Bolívia, o piloto enfrentou chuva forte e perdeu a visibilidade.

Ele não percebeu quando aeronave começou a perder altitude e acabou batendo nas árvores.

 

Licença

 

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) disse que a aeronave tinha uma autorização especial válida por 30 dias.

 
Imagem divulgada pela FAB mostra destroços da aeronave na região da Serra do Mangaval — Foto: FAB/DivulgaçãoImagem divulgada pela FAB mostra destroços da aeronave na região da Serra do Mangaval — Foto: FAB/Divulgação

Imagem divulgada pela FAB mostra destroços da aeronave na região da Serra do Mangaval — Foto: FAB/Divulgação

A aeronave estava com a licença de voo cancelado pela Anac. Porém, o dono do avião disse que já estava regularizando a situação e que tinha autorização para levar no avião até Mato Grosso para passar por manutenção.

Os próprios militares da FAB ficaram surpresos ao encontrar os sobreviventes em um local tão isolado. Vinte e sete militares ajudaram nas buscas.



Cr馘ito Mat駻ia: Por Ricardo Mello, TV Centro Am駻ica
Cr馘ito da imagem: Foto: Arquivo pessoal