04/12/2018 - 17:01:00

Voc sabe quais as regras para estacionar na Jlio de Castilho? Tem motorista ainda desatento

Desatentos ou até mesmo desavisados, muitos motoristas ainda seguem levando multas por estacionarem em horário proibido na Avenida Júlio de Castilhos, em Campo Grande. Considerada uma avenida estreita, com apenas duas faixas cada lado e sem vagas de estacionamento, os motoristas são proibidos de estacionar em horários específicos desde maio de 2014.

Os motoristas não podem estacionar das 6h às 10h e das 16h às 19h, período de tempo em que é considerado horário de pico. Desta forma, das 10h às 16h e das 19h em diante, está liberado estacionar os carros na avenida.

Apesar da legislação na avenida ter acontecido há 4 anos, a mudança ainda “pega de surpresa” os motoristas desatentos, que levam multas da Agetran (Agência Municipal de Transporte e transito), que mantém fiscais constantes fiscalizando a avenida. A medida também não agrada os comerciantes, que afirmam perder clientes.

Vanderlei Pereira, que trabalha em um sacolão nas proximidades do Terminal Júlio de Castilho, disse que a medida deveria cair e os estacionamentos voltarem a ser como era. Ela explica que durante os anos, muitos clientes deixaram que comprar no comércio devido à falta de estacionado e ele teme que comércio feche as portas.

“Tem cliente que já chegou aqui e comprou R$ 5 em produtos e quando viu, levou multa de R$ 80 por estacionar no horário que não pode. Aí depois chegou em mim e disse que ia parar de vir aqui porque não estava mais compensando. E não é o primeiro que deixa de vir comprar aqui por causa disso”, disse ele a reportagem.

Para o comerciante Lauro Ribas, de 78 anos, disse que diariamente fiscais da Agetran passam por ali e “enfiam” multas nas pessoas. “Eles passam aqui direto multando quem está estacionado. Eu tenho a borracharia aqui há 35 anos e não acho que essas multas sejam corretas, não”, afirmou.

Morador da região da Júlio de Castilho, Humberto Braga, de 57 anos, disse que as multas ocorrem faz muito tempo e que os motoristas deveriam ficar mais atentos. “As pessoas sabem que não podem parar, tem as placas explicando certinho, aí vai lá para e não quer levar multa? Aí fica difícil”, comentou.

Revitalização

As multas começaram a ser válidas desde que a avenida passou por revitalização em 2011 e terminou em 2013. Na época, foram executados 13,6 km de calçadas com piso tátil; instalados 38 abrigos de ônibus; refeito o pavimento da via em toda a sua extensão (6,8 km); implantados 3,3 km de drenagem e recuperados 9,7 quilômetros de vias que servirão de alça. Foi feito o realinhamento do eixo da via; criação do canteiro central e nova iluminação pública.

Além disso foram instalados 18 semáforos na esquina da Júlio de Castilho com os seguintes locais:Terminal Júlio de Castilho; ruas Tupinambás, Ricardo Franco, Presidente Vargas, Otávio Mangabeira, Nicola Vitcow, Miranda, Maria Splenger, Manoel Ferreira, Leônidas de Matos/Nioaque, Itatiaia/Arisoli Ribeiro, rua dos Andradas/Crisântemos, Dolores, Brasil Central/Guaratinga, Aero Clube, Avenida Tamandaré/Bartolomeu Dias e Capibaribe/Tordesilhas.



Cr馘ito Mat駻ia: Por Mariane Chianezi
Cr馘ito da imagem: Foto: Minamar Jnior/Jornal Midiamax