04/12/2018 - 11:52:00

Homem se passou por familiar para tentar sequestrar garoto em escola particular

A Delegacia Especializada de Repressão a Roubo a Bancos, Assaltos e Sequestros (Garras) investiga a tentativa de sequestro de um garoto de 10 anos ocorrida no último dia 21 de novembro, em escola particular da região do bairro Taveirópolis, em Campo Grande. O crime só não foi executado porque naquele dia, o menino havia faltado. Durante coletiva de imprensa na manhã desta terça-feira, o delegado João Paulo Sartori, responsável pelo inquérito, divulgou retrato falado do suspeito.

Conforme revelado, por volta das 16 daquele dia, o homem, que aparenta ter mais de 40 anos de idade, chegou à escola em um veículo Renault Duster branco, com rodas de liga leve, hack no teto e maçanetas pretas, e se apresentou a uma funcionária da recepção como familiar, dizendo que precisaria sair com o menino. Como não encontrou a criança, ele foi embora. No dia seguinte, a escola informou a situação aos pais que decidiram registrar boletim de ocorrência, temendo pela segurança do filho.

Até o momento, não há indícios de que a família viesse recebendo algum tipo de ameaça. “Ainda não sabemos qual o motivo da tentativa de sequestro, mas os pais são pessoas de bem que não teriam recebido ameaças. Não são empresários, e não posso dar mais detalhes por enquanto”, disse o delegado, referindo-se ao fato de que as vítimas não teriam riquezas para cobrir o pagamento de resgate, por exemplo. Questionado se a ação seria uma forma de vingança contra os pais, servidores públicos, o delegado negou. “Não posso falar sobre isso neste momento, até para não causar mais preocupações”.

Os investigadores analisaram registros de câmeras de segurança nas proximidades e conseguiram visualizar o veículo. Neste momento, Sartori aguarda laudo pericial de imagem que vai auxiliar na identificação da placa. “A investigação está bem avançada neste sentido”, pontuou. Com base nas informações repassadas por funcionários da escola, foi montado o retrato falado do homem. “Os pais não o conhecem, mas aproveito a oportunidade e peço que as pessoas que conhecem ou tenham visto algum indivíduo com estas características, que entrem em contato com o Garras”.

 


Cr馘ito Mat駻ia: Por RENAN NUCCI
Cr馘ito da imagem: Foto Valdenir Rezende